25 de jul de 2010

O Tertius é o Primus Inter Pares

O gaúcho Mano Menezes, agora que está confirmado como técnico da Seleção Brasileira, está dando uma de mineiro. Goza com a cara da mídia e diz que tem "orgulho" de ser o "segundo" na relação de dezenas e dezenas de treinadores de primeira do futebol brasileiro.

Mano alimenta, mineiramente, o ego do matuto Muricy Ramalho que até agora está se achando mesmo o primeiro nome no rol da CBF. Mano Menezes nunca foi o "segundo", assim como Muricy Ramalho jamais foi o "primeiro".

Ambos estão aí porque chegaram. Só porque Luiz Felipe Scolari resolveu que vai assumir o cargo de técnico do Brasil apenas em 2013, um ano antes da Copa Tapioca-2014. Felipão é o Tertius. Na verdade, o primus inter pares.