15 de jun de 2010

O Garanhão entra em campo

O correspondente esportivo internacional,  Garanhão de Pelotas deu uma volta hoje pela manhã no gramado do Ellis Park, palco da estréia do time de Dunga na Copa enfrentando a poderosa esquadra da Coréia do Norte. Estimou que hoje será o dia mais frio do ano na África. Quando a bola rolar, a sensação térmica será de pelo menos dois graus negativos.

O Garanhão liberou sua porção-detetive e descobriu indícios de que ainda de madrugada, um tal de Lula - que atendia também pelo nome de Dilma - desceu por ali de helicóptero. Tratou-se de um voo rápido e rasteiro, mas foi o que bastou para Dunga acordar hoje pela manhã reclamando de "um friozinho na barriga".

O Garanhão já se recolheu ao hotel. Concentrado para o jogo Vai almoçar por ali mesmo. Coisa leve: vai começar com minichapatis com caviar de berinjela e coalhada fresca, enquanto se delicia com um coquetel de orquídeas.

Na sequência se dedicará a deglutir um leve magret de pato com figo fresco e molho ciboulette que será seguido por uma bem fornida porção de costeletas de cordeiro à mostarda. Como sobremesa, já encomendou crème brûlée de cardamomo e baunilha.

E assim revigorado, partirá para a cabine de convidados especiais do governo sul-africano, de onde mandará notícias sobre o empate do selecionado de Dunga, além de abraços e queijos para o Brasil que não joga, mas fiscaliza.