5 de jun de 2010


Foi só depois que completou 70 anos de sua segunda ou terceira geração que o Garanhão de Pelotas se deu conta de que sempre esteve profunda e redondamente equivocado a respeito de seus amigos e de seus inimigos mais íntimos.

E eles também.