25 de jun de 2010

GOVERNOs

Concentrado, em sua suíte presidencial no Endless Horizons Boutique Hotel, em Durban, antes de Portugal x Seleção do Dunga - incapaz de torcer pelo técnico e seus jorginhos amestrados - o Garanhão de Pelotas, dedicou sua porção causídico-criminalística ao exercício da pura filosofia político-partidária e sua relação de causa e efeito com a bandidagem mundial. E foi realmente foi fundo:

- Os partidos políticos são as facções mais perigosas de um país. É o crime oficialmente organizado.

Diante de um governo corrupto - remember Mangabeira Unger - Máfia, Yakuza, Tríade, Russkaya Bratva, Farcs, PCC, Comando Vermelho, não passam de pequenas creches preparando hoje gerações de bandidos que amanhã serão governo.
Os chefes dessas associações criminosas deixaram de comprar políticos e autoridades: compram eleições e cargos nos poderes constituídos. Já não se infiltram mais no governo; são o próprio governo.

E assim pensando, relaxou e gozou. Já está pronto para dirigir-se ao estádio.

Suas secretárias executivas que tratem de consertar a bagunça que ficou no closed depois que ele resolveu paramentar-se devidamente para o jogo contra a esquadra lusitana.