20 de jun de 2010

Grupo G - Dunga encontrou o ponto...

A classificação indevida da França para a Copa na África, com quele gol à última hora feito com a ajuda da mão milagrosa de Thierry Henry na fase eleiminatória, acabou contaminando todo o futebol francês. Tanto é verdade que o árbitro Stephane Lannoy, viu como foi feito o segundo gol do Brasil contra a Costa do Marfim e mandou botar a bola no centro.

Lannoy viu quando Luiz Fabiano dominou com o braço esquerdo; viu quando logo em seguida, ele ajeitou com o direito; viu quando ele pegou mal o chute e a penosa entrou cantando e, assim mesmo, validou o gol e saiu à francesa. Aí, mais uma jogada de Kakáka para fulano e gol de Elano. Pronto! Dunga 3x1 Costa do Marfim - uma seleção de Drogba, ou uma Drogba de seleção, como queiram.
E assim é que vamos agora para um joguinho por rapadura com Portugal, rumo às oitavas de final redondamente convencidos de que Dunga e sua comissão técnica estão certos e os outros 190 milhões de brasileiros estão errados.

O Garanhão de Pelotas ainda acha que Dunga abusou do poder de convocar quem lhe desse na telha, conforme Ricardo Teixeira lhe permitiu. A injusta expulsão de Kakáka, mostra isso claramente. Dunga vai meter um cabeça-de-bagre no seu lugar, para jogar ao lado de um tão inexpressivo quanto intocável Felipe Melo, enquanto Ronaldinho Gaúcho está em pleno gozo de férias nas praias da Bahia.

Enfim, na Copa Jabulani, Dunga acabou encontrando nesse grupo o tão desejado ponto G. Você não perde por esperar: os brasileiros vão assediar os portugueses; vão entrar pra comer todo lusitano que aparecer pela frente.