30 de jun de 2010

A Caixinha...

Com dois dias para relaxar e gozar, o Garanhão de Pelotas, fica na boa lá por Joanesburgo e se esbalda em conjeturas. Da sacada de sua suíte presidencial lança seu olhar verde-amarelo sobre mais um amanhecer da África do Sul e fica pensando coisas:

- Então, estamos assim na Copa Jabulani: oito seleções disputando beleza para formar o grupo das quatro melhores do mundo. Dessas oito, três são azarões: Gana, Paraguai e Uruguai. As outras cinco, metidas a besta são Alemanha, Argentina, Brasil, Espanha e Holanda, por ordem alfabética.

Suas divagações vão em frente:

- Dessas cinco, uma já sabe que está fora, mas não diz. Assim é que, na pior das hipóteses, o time de Dunga pode ter garantido desde já o título de quinta melhor seleção do mundo em 2010. Mas, pode piorar. Basta que os azarões se revoltem e todas as previsões acabem no brejo.

Em um caso desses, até mesmo a portentosa equipe de Gana, pode botar a mão na taça. E quem sabe, então, até a famiglia Dunga seja campeã do mundo.

É quando chega a hora do Garanhão concluir seus pensamentos. E o faz com uma frase de efeito que acaba de criar: - O futebol é uma caixinha de surpresa.

MORAL DA HISTÓRIA - A modelo Larissa Riquelme, essa aí do celular no peito, pode decepcionar os aficcionados de todo o planeta, ao cumprir a promessa de ficar nua se o Paraguai for campeão do mundo. Ninguém sabe o que há de silicone por baixo dos panos dessa, digamos, peituda torcedora guarani. Já no caso de não dar zebra lá na África, quem vai ficar nu é o Maradona. Pelo amor de todos os deuses do futebol, que Dunga não se atreva!