21 de nov de 2010

Domingo de Hai-Kai & prosa

O Garanhão de Pelotas, vai se fixar hoje em hai-kais arquivados nas letras I e J. Até o fim do ano ele chega à letra Z... zzzzzzzzzzzz... Domingo, dia de amanhecer tardio.
 
I
Idade moderna
Velho bacana.
Chamava a mulher de
Balzaquiana.

Ideal
Tinha ideal:
Seus amigos... Bastava
Sentir-se mal.

J

Jogo do poder
Assim me vingo:
De ministro, Zé virou...
Cantor de bingo.

Jogada
Adeus, carestia!
Vou viver com a pensão
Da Anistia.

Jornalismo
O jornalismo
Que se diz isento é só
Puro cinismo.

O jornalista
Independente vai
Pro fim da lista.

Ah, a imprensa!
Só tem valor quando diz
O que se pensa.

Comentarista
Sempre joga bem mais que
O desportista.

Prosa

JORNALISMO
Cuidado, a mão inocente pode ser culpada por aquilo que o texto provocar. Esta é a razão pela qual a liberdade de imprensa corresponde à proibição do anonimato. Quando uma notícia parecer estúpida e descabida, mais do que nada e antes de tudo, ela será a arte final muito mais da essência do que da nobreza do seu redator.