24 de ago de 2010

PANETONEGATE

A Polícia Federal emitiu relatório classificando Arruda e aliados como "quadrilha". O catatal diz que ex-governador encabeçou organização criminosa para desvio de verba pública. Não diz com quem foi que ele aprendeu a fazer isso. O consumo de panetone continua em alta nos supermercados e nas melhores casa do ramo.

PAGA PARA GANHAR
Justiça condena Roriz a devolver R$ 7,1 milhões. Grandes coisas. O que é um boi para quem tem dez fazendas?!? Ele vai recorrer ao Supremo e, antes de outubro, já terá o salvo-conduto para se eleger governador de Brasília, uma vez mais.

ORAÇÃO FINAL
Direitos humanos e ausência de Dilma dominam debate na TV. Serra, Marina e Plínio participaram de encontro promovido pelas TVs Canção Nova e Aparecida, ambas da Igreja Católica. Faz sentido. Dilma não foi porque se alguém pedisse para encerrar o debate com uma oração tipo assim "Salve Raínha!" ela vestiria uma tremenda saia justa.

LÁ VEM ELE
Justiça paulista barrou candidatura de Paulo Maluf à Câmara dos Deputados. O ‘frangogate’ deixaria Maluf inelegível de acordo com a Lei da Ficha Limpa. O raposão ainda pode bater asas rumo ao TSE para interpor recurso. E lá vem Maluf de novo.

OLHO GROSSO
Comando de campanha tenta conter apetite dos aliados da postulante Dilma. A movimentação incluiu apelo de Dutra para que o partido de Temer se abstenha de tratar do futuro governo. Apelo é eufemismo. Os coordenadores dos passos de Dilma já apresentaram a mordaça para o PMDB, partido tido, havido e reconhecido como o maior "olho grosso" da história do Brasil.

A VOLTA DO QUE AINDA NÃO FOI
Há quem diga que o olho grosso do PMDB alimenta o ego e faz bem ao fígado de Lula. Ele sabe que o PMDB gosta de governar, mas não tem vocação para presidir. Manda por baixo dos panos da mesa, come pelas beiradas. Assim é que, daqui a quatro anos, Lula faz com os peemedebistas o mesmo conchavo de hoje e, sem qualquer empecilho, volta aos banquetes do Palácio do Planalto - para satisfazer sua fome de poder.

FORO DE SÃO PAULO
Em Buenos Aires, em mais um encontro para consolidar os desejos de Fidel Castro e o "controle social da mídia", as Farcs se revelaram dispostas a buscar saída política na Unasul. A guerrilha colombiana emitiu comunicado pedindo voz e oferecendo a possibilidade de diálogo. Enquanto isso, Cristina Kirchner anunciou que vem aí novas medidas contra jornais. O governo brasileiro está por lá, na moita - que a hora é de não perder voto. E um marinheiro me contou que um passarinho lhe soprou que vem aí mau tempo...