11 de ago de 2010

OPÇÃO
A vida é a arte da escolha: você prefere ser amigo do Mahmoud Ahmadinejad ou inimigo do Fernando Henrique Cardoso?

QUE VENGA
Maradona estuda proposta para treinar times brasileiros. Pelo menos é o que Mancuso, seu assessor, está ameaçando. Entoces que venga el bajito! Mal se pode esperar para ver de novo aquela cara de choro do Maradona quando seu time vai mal. Cada gol é um tango. Lo esperamos para llorar y para bailar... Y sonreír.

DE ÔNIBUS É BOM
Em Abu Dhabi, lá nos Emirados Árabes Unidos, uma adolescente brasileira de 14 anos foi condenada à prisão e à deportação por ter feito "sexo consensual" com um motorista de ônibus escolar paquistanês.

A guria medonha foi condenada a seis meses de prisão depois que os promotores a acusaram de ter feito o que fez e de ter combinado o encontro com o paquistanês. Tudo foi tratado com o pedófilo por meio de mensagens de texto "eróticas".

Os discípulos do bondoso governo brasileiro ainda não se manifestaram a respeito do assunto. Há quem acredite na possibilidade de propor abrigo para a garota sapeca em Teerã.
Não é por nada, não. É que, as tratativas para trazer a menina de volta para o Brasil, dão mais holofotes quando se trata de troca de favores entre dois grandes amigos como Lula e Ahmadinejad.

Consideram também os negociadores que, os argumentos para inocentar a jovem são irrefutáveis: o conforto dos ônibus de Abu Dhabi convidam a destemperos do tipo desses delírios que acometeram a brasileirinha safada. Resistir, quem há-de!?!

A propósito, observadores atentos garantem que o governador carioca Sérgio Cabral não vai adotar o mesmo tipo de ônibus no Rio de Janeiro, porque está definitivamente empenhado no combate sem tréguas à pedofilia e aos arroubos eróticos sem freio. Só por isso.

Sônia Braga, a Dama do Lotação, em função de sua experiência na aventura de Nelson Rodrigues, pode ser sondada - pelo notável saber - para ocupar um cargo de conselheira de transportes urbanos na Cidade Maravilhosa. Claro, o salário não seria nem parecido com os ganhos mensais dos conselheiros da Petrobras.