3 de ago de 2010

Bispo Fugiu... De novo!

Não era preciso ser nenhuma pitonisa para antever que Mizael Bispo ia levantar os panos e fugir da paróquia de Guarulhos outra vez. Não era preciso ser pitonisa, porque o Brasil da Silva não é Delfos, São Paulo não é Atenas e o presideus aqui parece que fala grego, mas não é nenhum Apolo.

Bastou o juiz Leandro Jorge Bittencourt Cano, do Tribunal de Justiça de Guarulhos decretar a prisão preventiva para o Bispo dar o cano no mandado de prisão.

Não precisava ser nenhum alquimista, nenhum herói com super-poderes, nenhum mago das adivinhações para ver que só a polícia não sabia que Bispo tem outro por dentro. Ele fugiu do seu inferno astral e só vai ajoelhar e rezar quando seu sagaz causídico alcançar em instância superior o desaforamento do caso para outra diocese.

Esse filme de bandido e mocinho já se viu. Bispo tem um pé na sacristia e outro no esconderijo do Zorro. Se o Sargento Garcia continua escalado para realizar sua prisão, Bispo vai ficar livre para todo o sempre, pelos séculos dos séculos, amém.

Até que o tragam para o purgatório de Guarulhos, fica no ar a expectativa de que o Bispo pague seus pecados mortais e - no bom sentido - morra de saudade da advogada Mércia Nakashima que já o havia  despachado, há muito tempo, com uma ordem irrevogável de liberdade incondicional.

RODAPÉ - Fosse Sherlock Holmes, já teria deslindado o esconderijo de Bispo. O detetive dos detetives já estaria rondando o local do crime.