23 de abr de 2010

LINHA DIRETA

Hélio Freitag
Diário da Manhã - Pelotas RS

ANIVERSARIA hoje o Inspetor de Polícia Jorge Airton de Oliveira, conhecido e competente servidor público, a quem transmitimos nossos cumprimentos com votos de muitas felicidades.

TAMBÉM está aniversariando hoje o professor, advogado e jornalista Renato Luiz Mello Varoto, amigo de longa data e colaborador do DM. Um grande abraço!

FALECEU ontem, pela manhã, em Porto Alegre, onde estava hospitalizado, o funcionário aposentado do Banco do Brasil, Manoel Giampaolli, de 80 anos, popularmente conhecido por Maneca. Foi dono do restaurante e boate “Sobrado” e atuou como presidente do GE Brasil de Pelotas. Era frequentador assíduo do Café Aquário e muito conhecido e relacionado em Pelotas. O corpo de Maneca está sendo velado no Salão de Honra do GE Brasil de onde sairá às 12h30min de hoje para o Cemitério Ecumênico com sepultamento marcado para às 14 horas.

APÓS manifestação de um grupo de funcionários do Sanep, nesta coluna, recebemos a seguinte nota da direção daquela autarquia:

Com relação à matéria divulgada em vossa coluna – LINHA DIRETA – na edição do último sábado, dia 17 de abril do corrente, vimos prestar os esclarecimentos que seguem.
O SANEP realizou concurso público para o preenchimento de diversas vagas existentes no seu quadro funcional, cujos servidores se regem pelo regime dos servidores públicos municipais – Lei nº 3008/86.
Por este regime, os servidores devem cumprir uma jornada de trabalho de 6 horas diárias e 36 horas semanais, sendo permitido o revezamento, tendo direito a um descanso semanal remunerado a ser gozado preferencialmente em domingo.
Na ETA Santa Bárbara e, em todas as outras ETAS do SANEP, devido ao regime de trabalho de vinte e quatro horas ininterruptas, os servidores trabalham em regime de revezamento por turnos. Quando ocorre de um servidor trabalhar em um domingo, a sua folga é gozada durante a semana seguinte. Os feriados são sempre remunerados.
O pagamento de horas-extras só se dá quando a necessidade de serviço obriga que o servidor tenha de trabalhar além de sua jornada contratual. Atendendo aos ditames da Lei e, as normas que regem a saúde dos trabalhadores, o SANEP vem reduzindo ao máximo o trabalho extraordinário que, como o nome mesmo indica deve ser a execução e não a regra.
O trabalho em domingos, para quem trabalha em regime de revezamento, não deve ser pago como extra desde que o descanso seja compensado em outro dia da semana. Assim diz a Lei e assim o Sanep vem agindo.
As horas extras não foram de todo extintas, até porque elas são necessárias em alguns casos para a manutenção do serviço nas vinte e quatro horas sem interrupções. O que houve foi apenas uma redução em razão de nova estratégia de trabalho.
Não há favorecimento de ninguém. Da mesma forma, não há nem haveriam razões para se prejudicar servidores.
Não é verdadeira a informação de que os Laboristas percebem salários superiores a R$2.000,00 mensais. O salário de um Laborista é de R$1.450,00. Salários superiores aos divulgados só são percebidos por pessoal de Nível Superior – Engenheiros e Bioquímicos – que acumulam também cargos de Chefia.
Portanto, que fique bem claro: o SANEP está cumprindo rigorosamente com a legislação e, ninguém está sendo prejudicado em seus direitos de servidor. Não há perseguição a ninguém, como também, não há favorecimento a ninguém.
Atenciosamente”
Ubiratan Pierobom Anselmo
Diretor Presidente do SANEP

O LOUCO E O MÉDICO


O louco chama o psiquiatra de plantão, entrega um vidrinho e fala:
- Doutor, acabei de descobrir um remédio que faz a gente adivinhar as coisas! O senhor não quer experimentar?
O médico para ser gentil pega o vidro e toma um gole. Em seguida, dá uma cusparada e com nojo, diz:
- Mas isso é urina!
- Adivinhou! Tá vendo como o remédio é bom? (Hi...Hi...Hi...)