20 de jul de 2011

O Garanhão e o Peru

O Garanhão de Pelotas, todo mundo sabe, foi craque de bola. Meio de campo elegante, cabeça em pé, solidário, armador dadivoso na distribuição de passes e, além disso, um goleador implacável, um matador de primeira linha.

Até hoje é fanático por futebol. Como o Brasil de Mano foi pras cucuias, nem pegou pipoca ou guaraná para assistir os urugauios pegando o Peru. Foi lá, simplesmente, e viu. Feliz da vida, pois para sua alegria, Mano Menezes não estava na orla do gramado.

Sabe-se lá por quê, o Garanhão  fixou-se no Peru. E só vai falar nisso. Vai demonstrá-lo em frases curtas, quase desconexas. Sinta você agora o que é um Peru no dia seguinte:

Antes de mais nada é bom que se registre: ver Uruguai x Peru sem ter na arquibancada aquelas torcedoras paraguaias de seios legítimos, não tem a menor graça. O Garanhão  não sentiu a menor atração o tempo todo.

Deu para ver que os uruguaios gostaram de pegar o Peru.

A torcida feminina foi ao delírio quando o Peru entrou. Ao começar o aquecimento, então, nem se fala.

Os urugauios não esperavam que o Peru fosse endurecer daquela maneira.

A zaga uruguaia começou fechadinha, mas aos poucos foi cedendo e deixou o Peru entrar à vontade.

A torcedora para a amiga: - O que você achou do Peru?
A amiga para a torcedora: - Queria que ele fosse mais ousado.

A defesa uruguaia se abriu de tal maneira que o Peru entrou fácil pelo meio.

O Peru entrou com tudo e os ourugauios se acomodaram.

Já nos movimentos preliminares os urugauios perceberam: o Peru é mole.

O Peru era insistente queria, porque queria, jogar enfiado no meio.

A torcedora paraguaia de seios plásticos se desiludiu ao sentir que o Peru não jogava chongas. Viu que o Peru é só uma rima.

O técnico do Peru entrou na casamata só para dar peruada.
Aí, o árbitro endureceu com o técnico peruano: - O quê que há com o teu Peru?!?

Viu-se logo: o perigo do Peru está na ponta.

A bem da verdade, os uruguaios aguentaram com galhardia o Peru. Tanto é que quando cansaram do assédio do Peru... sentaram.

Durante o tempo todo o Peru só enfiou duas bolas no fundo.

Suárez furou o Peru aos 8 minutos do segundo ato; aos 13 minutos, gostou de judiar do Peru e meteu de novo: 2 x 0.

Só então o Peru começou a mostrar virilidade.

E, sem mais delongas, o Peru não conseguiu ficar e nem sair de cima. E acabou no encontro com os ururguaios. Foi bom para os dois... Os uruguaios, no entanto, gostaram mais; aproveitaram muito mais...

De qualquer forma, confirmou-se a tradição: o Peru morreu na véspera.

Da parte do Garanhão de Pelotas... Sabe-se lá por quê cargas d'água, ele saiu da sala e foi para a frente do computador com uma vontade esquisita... Hoje, ele resolveu meter o Peru de tudo que é jeito.