28 de abr de 2011

PURA FICÇÃO

ENFIM, SÓS!
Depoimento do Garanhão de Pelotas, travestido de plebeu.

Nunca me senti tão importante; tão prestigiado; tão parecido com as elites, com as maiores autoridades do país. Até que enfim posso sentir o que é igualdade social.

Assim como Dilma Roussef, Antonio Patriota, Michel Temer, Palocci, Mantega, Fernandinho Beira-Collor, ministros do governo, do Supremo e de todas as cortes; FHC, Fernando Gabeira, Serra, Aécio e dissidentes ilustres em geral; bispo Macedo, donos, diretores e artistas da rede Globo e outras TVs a cabo, eu também não fui convidado para as cerimônias do casamento do príncipe William com a plebéia Kate Middleton.

O que me chateia um pouco é que o Seu Encarnado, alter ego de Lula - o que não desencarna da presidência, também não recebeu convite. Essa informação meio que desequilibra o fiel da balança.


No entanto, há controvérsias. Arautos do Instituto Cidadania informam que o Cara recebeu sim o convite, mas por solidariedade às elites menosprezadas, não aceitou. E, nessa gloriosa véspera do megabrega casório real britânico, recluso com dona Marisa Letícia na suíte ex-presidencial de seu apartamento em São Bernardo, sorveu a delícia de seu proposital momento de isolamento:

- Enfim, sós!

RODAPÉ - Vizinhos do casal neometalúrgico garantem que ouviram ruídos estranhos. Algo, cuja onomatopéia repetitiva seria mais ou menos assim: tintim, tintim... Tintim, tintim... Tintim, tintim...
- Até que, lá pelas tantas, parou - jura um sonâmbulo fofoqueiro do prédio de luxo da cidade-base.