9 de set de 2012

Rede McGaranha'S

Inventar a vida sempre foi fácil para mim. Ou então, eu jamais seria o impoluto, safo e resoluto Garanhão de Pelotas.

Naquela noite do Século XX, depois de muitas idas e vindas ao circuito de cinemas da cidade - arte que sempre curti - notei que a carrocinha de pipoca diante do Derby d'Oro, maior sala de espetáculos dos meus bons tempos, tivera o triplo do lucro que o dono do cinema alcançara naquela temporada pouco alviçareira.

Sai dali e já no outro dia comecei a comprar todas as carrocinhas de pipoca da cidade. Criei a primeira rede McGaranha'S Pop Corn do mundo. Fiquei rico.

Rico e burro. Comprei todos os cinemas. Vendi pipoca e entradas como nunca. Até que vieram as locadoras de vídeo. Quase quebrado, vendi a rede McGaranha'S Film Circuit e comprei locadora por locadora. Fiquei rico, de novo.

Enriqueci da noite pro dia e empobreci mais depressa ainda: chegou a Internet. Dancei. Fui trocando a rede McGaranha'S Film Circuit por sítios eletrônicos. Fiquei rico, uma vez mais. E burro. Estou entupido com a McGaranha'S Rental Videos e sua matriz a McGaranha'S Eletronic Sites.

Até agora não consegui comprar o Google. Quero montar a McGaranha'S Google, alguém se habilita?!?

MORAL DA HISTÓRIA - Nem sempre o Garanhão de Pelotas tem que ser um vencedor. Mas, às vezes, ele é brasileiro. Não desiste nunca.